O Elevador Parou, E Agora?

O Elevador Parou, E Agora?

Saber como agir e quais decisões tomar na hora em que o elevador para de funcionar são as principais dúvidas de síndicos e condôminos. Por serem aparelhos coletivos, eles estão sujeitos a problemas recorrentes e muitas vezes a decisão errada pode trazer prejuízos ao condomínio.

Antes mesmo de acontecer um incidente com o elevador, é indicado observar se o equipamento traz, fixada na parede da cabine, uma placa com os contatos da empresa responsável pela manutenção do maquinário, do Corpo de Bombeiros e do edifício. Caso não tenha, é importante realizar a solicitação ao síndico. Segundo a Lei 9.503/97, todos os condomínios residenciais ou comerciais são obrigados a instalar placas, de fácil visualização. Também é necessário possuir a iluminação de emergência.

De acordo com a Norma Técnica da ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas – NBR 16083/2012, o resgate de passageiros em elevador deve ser realizado somente por técnicos habilitados ou pelo Corpo de Bombeiros. Quando o elevador enguiça, alguns passageiros têm a reação de tentar abrir a porta. O que não é correto, pois eles podem acabar provocando acidentes. No lugar de mexer nas portas ou no teto, acionar o alarme ou chamar pelo zelador é a melhor alternativa. Vale destacar que o resgate jamais deve ser feito por zeladores e porteiros.

Mesmo com o elevador desligado, os riscos de acidentes são altos e se este procedimento for assumido por pessoas não qualificadas e ocasionar danos materiais ou pessoais, isso poderá resultar em responsabilidades para o condomínio. É importante estar atento às alterações no transporte, comunicando sempre os técnicos em casos de barulhos estranhos, falhas em suas funções, solavancos, entre outros problemas.

Para garantir suporte legal e apoio em decisões estratégicas, você pode contar com o serviço de Assessoria à Administração de Condomínios da Crédito Real. Além de uma equipe completa para gerir todos os aspectos administrativos, o departamento jurídico estará sempre à disposição para esclarecer interpretações legais e endossar medidas cabíveis. Você pode solicitar uma proposta no nosso site www.creditoreal.com.br/condominios ou conversar com nossa equipe por telefone: 51 3214-1432.

 

Compartilhe

2 Comentários

  1. Maria Emilia Amaral Engers

    Gostei das indicações.

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*